I don't believe in science.
only love,
sex,
and music.
tumblr 1/ tumblr 2/ tagboard


a b c d e


01:53 - 09 de outubro de 2011 / a milésima nota
A vida é uma comédia. Ou um conto de Shakespeare.
Na verdade, a vida não é mais do que carnificina,
Puro xeque-mate. Manteiga sem pão.
Nada de delícias simples. Nada de pôr do sol.
Selvageria de gente civilizada vivendo a base de seleção natural.
Poema do Bandeira virado do avesso.
História de amor com suicídio no final.
Melancolia?
Avante ironia, porque a vida é uma comédia.

tagboard


11:34 - 18 de agosto de 2011 / poema em linha reta
nunca conheci quem tivesse levado porrada.
todos os meus conhecidos têm sido campeões em tudo.
e eu, tantas vezes irrespondivelmente parasita,
indesculpavelmente sujo,
eu, que tantas vezes não tenho paciência para tomar banho,
eu, que tantas vezes tenho sido ridículo, absurdo,
que tenho enrolado os pés publicamente nos tapetes das etiquetas,
que tenho sido grotesco, mesquinho, submisso e arrogante,
que tenho sofrido enxovalhos e calado,
que quando não tenho calado, tenho sido mais ridículo ainda;
eu, que tenho sido cômico às criadas do hotel,
eu, que tenho sentido o piscar de olhos dos moços de fretes,
eu, que tenho feito vergonhas financeiras, pedindo emprestado sem pagar;
eu, que quando a hora do soco surgiu, me tenho agachado
para fora da possibilidade do soco;
eu, que tenho sofrido a angústia das pequenas coisas ridículas,
eu verifico que não tenho par nisto tudo deste mundo.

por Álvaro de Campos.

tagboard

"I wasn't born to lose you."